27 novembro, 2016

Serenidade

[Imagem retirada daqui]
Serenidade é uma das minhas palavras favoritas e um dos meus sentimentos favoritos. Diria até que é mais um estado de espírito, uma forma de estar na vida. Não é algo fácil de alcançar. Estar sereno, permanecer sereno, viver de forma serena é um desafio. Nem sempre os dias nos permitem manter esse estado de serenidade. Os altos e baixos, por vezes, fazem-nos sair desse sentimento tão maravilhoso.

Neste momento, sinto-me serena. Foi uma forma de estar na vida que me custou muito alcançar [e que ainda não alcancei na totalidade]. Serenidade é uma mistura de paz com certeza. Paz de espírito e a certeza de que está tudo no devido lugar. É viver cada dia, cada momento, sem ansiedades, desfrutando do presente, estando no aqui e agora. É aceitar, sentir e libertar. É trabalhar a bondade, não fazer mal nem deixar que nos façam mal. No fundo, é viver de coração aberto e em paz. É difícil de explicar por palavras a sensação de serenidade. Quando medito, essa sensação é ainda mais exacerbada, é algo quase utópico, uma paz interior tão grande que parece que nada no mundo me pode tirar desse estado. É quase como flutuar à superfície, sem deixar de ter em mente que estou neste mundo e que tenho uma missão a cumprir, sem pressas nem pressões.

Sim, serenidade é a minha palavra favorita e o estado de espírito que me aproxima mais daquilo que eu sou. Quando estou serena, sou mais eu, estou e sou mais conectada com o meu coração e com a minha essência. Quando estou serena, a vida flui, a energia vai e vem, o amor agiganta-se. E tudo corre bem. E tudo está bem.

[Aproveito e desejo-vos uma semana serena e recheada de amor.]




#

2 comentários:

  1. Tão bom o texto e a sensação. Adoro ler-te assim. Boa semana também para ti querida**

    ResponderEliminar