11 julho, 2016

10 de Julho de 2016


Um dia, vou poder contar aos meus filhos e netos (se os tiver) que vi a Selecção Nacional ser campeã da Europa. Vou poder contar que, mesmo depois de terem lesionado o nosso capitão à falsa fé, por pura cobardia, mesmo depois de um árbitro que passou o jogo inteiro a favorecer o adversário, mesmo depois de nos terem chamado, a todos nós portugueses, nojentos e servis, mesmo depois de todas as críticas e negativismo dos mesmos de sempre, a Selecção venceu. Com garra, humildade e muito querer. E vou fazê-los perceber que a vida em muito se assemelha a um jogo: por mais que nos tentem derrubar, seja com gestos, seja com palavras, se formos bons, se soubermos acreditar na nossa força interior, é possível concretizar o sonho. Ontem foi um dia de sonho e de ouro. No futebol e no atletismo. Os nossos atletas, todos eles, elevaram Portugal um bocadinho mais, provando que podemos ser pequenos em tamanho, mas temos uma alma gigante.

Quero também deixar uma palavra aos profetas da desgraça, a todos aqueles que sabem apenas criticar e emanar energias negativas, a todos aqueles que preferem acreditar nos outros do que nos nossos. Não deixo de ser uma pessoa culta e inteligente só por gostar e vibrar com as vitórias do desporto, seja futebol ou atletismo. É o que os profetas da desgraça nos fazem crer, que pessoas inteligentes e preocupadas com o mundo real não se alegram com as vitórias de algo tão 'pequeno' como o futebol ou outro desporto qualquer. Eu também já fiz parte desse grupo de infelizes, também já critiquei tudo e todos, do alto da minha arrogância, sendo negativa e pessimista até dizer chega. Felizmente, passei para o lado de cá e é tão melhor ser assim. É tão melhor acreditar, pensar positivo, alegrar-me com estas vitórias que até podem não resolver os graves problemas da pátria mas que, com toda a certeza, nos deixam o ânimo mais leve. É tão bom emanar energia positiva, sorrir e gritar a cada golo marcado ou a cada quilómetro alcançado. É tão bom acreditar que é possível e constatar isso mesmo. Profetas da desgraça deixem de o ser. Dêem uma oportunidade a vocês mesmos e, por uma vez na vida, sintam-se leves e festejem, seja por que motivo for.

Agora que venham os jogos olímpicos! (Sim, faço parte desse grupo restrito de pessoas que adora e vibra com os jogos olímpicos!) E viva Portugal, todos os dias!

6 comentários:

  1. O futebol para mim é a Selecção Nacional, nesses jogos sim, eu vibro muito durante os 90 minutos ou mais! Esta vitória veio unir o nosso Portugal, nem que seja apenas por poucos dias, já sabemos que mais tarde ou mais cedo vamos ( vão ) andar todos a refilar de tudo e mais alguma coisa.
    Espero mesmo que possas contar aos filhos e aos netos, e eu também, o que estamos a viver. Eu estou cheia de orgulho em ser Portuguesa. E também estou ansiosa para os Jogos Olimpicos!! Venham de lá mais vitórias ;D
    PT Blogger @ The Girl In Jeans

    ResponderEliminar
  2. Permite-me que assine por baixo de tudo o que escreveste! Somos tão grandes - e não, o futebol não resolve os problemas do mundo, mas sempre ajuda a que não estejamos sempre deprimidos, so it's ok!

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Desde pequena que ganhei o hábito de ver com a minha prirmã os jogos olímpicos!

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho uma opinião muito má acerca futebol e das emoções que provoca, mas não sou infeliz por isso :P
    Não sou negativa nem pessimista, estou-me só a lixar para os resultados, ahah.

    ResponderEliminar