14 novembro, 2015

Pray for Paris


Uma das minhas grandes amigas está a trabalhar em Paris. Mora a escassos metros de um dos locais onde houve tiroteios. Quando, ontem, vi a notícia no telejornal, fiquei aflita. Tentei logo entrar em contacto com ela e não conseguia. Passado algum tempo ela conseguiu responder-me a dizer que estava bem, que tinha ouvido os tiroteios em casa mas que estava tudo bem com ela.

O que aconteceu em Paris foi um horror. Uma monstruosidade. E, quando temos alguém que nos é próximo nestes sítios, parece que tudo se agiganta. Mas que gente (se é que lhe podemos chamar gente) é esta que desata a matar a torto e a direito? De facto, a maldade humana não tem limites. Onde é que isto vai parar? Tenho medo. Tenho muito medo. E se é esse o objectivo dessa escumalha, aterrorizar toda a gente, então estão de parabéns pois estão a conseguir.

6 comentários:

  1. Sei o que sentiste, tenho lá também amigos de família e entrei em pânico, tanta maldade do mundo, não sei aonde vamos chegar ...

    ResponderEliminar
  2. Estão mesmo! Este assunto tem-me tirado o sono! :(

    ResponderEliminar
  3. Passei a madrugada de sexta em choque. É, de facto, assustador, mas acredito sempre que o bem supera o mal. É ver multidões unidas a cantar La Marseillaise.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente tens toda a razão... mete medo o que estas criaturas são capazes de fazer.

    ResponderEliminar
  5. Que horror..apesar de a tua amiga estar bem, deve ter ficado super assutada! =/ Foram acontecimentos horriveis...um dia muito triste não só para França, como para a Europa!
    Beijinhos*

    http://nuancesbyritadias.blogspot.pt/

    ResponderEliminar